Por que algumas pessoas têm SORTE e outras não?


Ter sorte parece ser algo aleatório, algo do destino, que independe de qualquer ação de esforço ou habilidade de nossa parte. Quantas vezes já ouviu, ou até disse “nossa o fulano é muito sortudo” e até ficou com uma ponta de inveja dos seus feitos? 

E por quantas vezes já se acomodou diante do destino já que acredita que não faz parte de grupo seleto das pessoas predestinadas à sorte?

 

  

De acordo com Richard Wiseman, Professor de Psicologia da Universidade de Hertfordshire, no Reino Unido:

 

Dr Richard Wiseman

“Pessoas sortudas parecem ter uma habilidade incomum de estar no lugar certo, na hora certa e aproveitar mais do que a sua parcela de sorte”.

É importante você saber de uma coisa –  o verdadeiro segredo por trás da boa sorte é uma mente aberta. Isso mesmo, qualquer um pode ser “sortudo” mas precisa se programar para isso.

 

O que essas pessoas têm que os “sem sorte” não possuem?

  “Capacidade” é a palavra-chave aqui. As pessoas mais sortudas podem ter um conjunto específico de habilidades que coloca oportunidades em seu caminho.

De alguma forma, elas aprenderam maneiras de colocar as chances da vida a favor delas.

 Richard Wiseman escritor do livro The Luck Factor, publicado em 2004 tem desenvolvido inúmeras pesquisas a respeito do tema e transformou essas descobertas em uma “escola da sorte”, onde as pessoas podiam aprender técnicas de sorte.

 

 



 Suas técnicas da sorte são baseadas em quatro princípios:

– maximizar oportunidades, 

– ouvir sua intuição

– esperar boa sorte

– transformar a má sorte em boa.

 

As estratégias em suas pesquisas incluem a meditação para melhorar a intuição, o relaxamento, a visualização da boa sorte e a conversa com pelo menos uma pessoa nova a cada semana.

 

Um mês depois de um experimento ele acompanhou os participantes e 80% disseram que eram pessoas mais felizes e mais sortudas.

 

Todas essas técnicas possuem um tema em comum: ser mais aberto ao seu ambiente, tanto física quanto emocionalmente. O que faz o maior sentido, quanto mais observador e atento você estiver do seu entorno, maior a probabilidade de capturar um recurso valioso ou evitar uma tragédia.

 

Pessoas de sorte não atraem magicamente novas oportunidades e boa sorte. Eles caminham com os olhos bem abertos, totalmente presentes no momento. Elas estão sempre ligadas, conectadas com o meio.

Mas isso também significa que qualquer coisa que afete nossa capacidade física ou emocional de absorver nosso ambiente pode afetar a nossa sorte, por assim dizer. A ansiedade é um bom exemplo.

 

Pessoas ansiosas se fecham física e emocionalmente para as oportunidades.


Pessoas ansiosas concentram sua atenção em ameaças potenciais e têm menos probabilidade de conversar com estranhos.

  

Se você está ansioso e atrasado para um compromisso parece que tudo colabora para dar errado. O trafego não anda, você não acha lugar para estacionar…  a ansiedade deixa a sua visão limitada. Quanto mais ansioso você está mais seu comportamento se torna automático, porque usa o mecanismo de luta e fuga do seu cérebro reptiliano, você perde a capacidade de observar o ambiente e as oportunidades.

 Mas se você aprender poderá começar a ver o bem em situações de azar, o que pode melhorar sua resposta ao infortúnio. E passar a fazer parte do rol dos “sortudos”.

 

 Gosto de usar o exemplo de pacientes que vão fazer exame de direção e, devido ao nível elevado de ansiedade associado à prova, já apontam que irão reprovar. Utilizamos alguns exercícios de meditação e visualização e, “bingo”, 100% deles passaram no primeiro exame. Sorte?!

 E você, como anda sua “sorte? Comente aí.

Livremente inspirado no artigo da Awebic do texto originalmente publicado em Nautilus escrito por Teresa Iafolla.

 

Sua Nova História - por Juliana Zen

Fruto de um longo trabalho no mundo corporativo, Sua Nova História é um estímulo ao profissional para ir em busca do autoconhecimento como ferramenta de crescimento.

Entre em Contato

Rua Santos Dumont, 1285, sl 1201 – Exposição – Caxias do Sul – RS – 95084-390

Me encontre nas redes sociais

Todos os direitos reservados – Juliana Zen CRP 07/05213 – Política de Privacidade