Síndrome do Impostor: como perceber e superar

Você tem pensamentos e sentimentos avassaladores dizendo que você não é bom o suficiente, que suas conquistas são fruto de mero acaso ou sorte, que os outros fazem tudo muito melhor do que você,  que não vai dar certo e de que você não é capaz? Bem se a resposta for positiva você pode estar sofrendo com a síndrome do impostos.

A questão principal é que estes pensamentos acabam convencendo você e você fica preso a eles, não sai do lugar e tem a sensação de que as coisas não andam.

Eles impedem você de ir em busca dos seus sonhos, de superar desafios e de ser aquilo que você realmente deseja ser.

Mas calma, isso tem solução e você pode se ajudar.

Este termo foi usado pela primeira vez em 1978 pelas pesquisadoras da universidade americana Estadual da Geórgia – as psicólogas Pauline Clance e Suzanne Imes. Em suas pesquisas observaram que existia uma percepção de sentir-se uma fraude, de falsidade de capacidade. A síndrome do impostor não é reconhecida oficialmente pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

As pessoas portadores dessa síndrome geralmente trabalham muito bem, e muito, além dos colegas em tempo de esforço e qualidade de serviços prestados.

Contudo, quando os méritos decorrentes de tanto esforço chegam, são atribuídos por eles ao “acaso” ou a “sorte”.

Seguidamente, ocorre um sentimento de “ser uma fraude” e o medo diante da possibilidade eminente de “ser descoberto” a qualquer momento.

Esse quadro gera stress, ansiedade e medo. E todas as consequências emocionais e físicas decorrentes deste ciclo de stress e ansiedade.

Um comportamento que pode observado na maioria dos casos de síndrome do impostor é a auto sabotagem.

Justamente por medo de falhar, a pessoa tem atitudes temerárias que acabam resultando exatamente naquilo que tentava evitar.

Quer ver um exemplo:

Em reuniões de trabalho, apensar de ter todas as respostas sobre o tema você prefere não se expor pois acredita que a sua informação não é a adequada, que os outros tem uma resposta melhor, e por vezes se contenta em ver uma solução aquém da que você teria dado.

Ou você precisa expor o seu projeto em uma reunião de trabalho e, apesar de ter domínio do assunto, fica ansioso por ter de realizar, acredita que vai ter um branco, que as pessoas não vão se interessar, alguém vai perguntar algo que você não sabe, vão fazer comentários e acabar com a sua apresentação… e muitas vezes por este medo incapacitante, você mesmo acaba com a reunião tendo um desempenho muito abaixo do seu potencial.

As pessoas que são acometidas pela síndrome do impostor tem o medo de fracassar e isso as impede  de seguir adiante, de assumir desafios, inibe as suas conquistas. E este sentimento é estressante, gera ansiedade, mal estar e reduz ainda mais a autoestima.

Mas o que fazer para superar a Síndrome do Impostos?

A primeira coisa é diagnosticar e, um profissional de saúde, é a pessoa mais adequada para isso.

Você precisa identificar as mentiras pessoais, os gatilhos ligados a estes pensamentos e, a partir daí, direcionar a mente para abandonar este carrossel de pensamentos negativos.

Você precisa assumir o controle e criar uma nova história, uma nova verdade pessoal, fortalecendo a auto estima e a auto confiança.

Algumas dicas podem ajudar no dia a dia:

– Faça uma lista de suas conquistas, veja tudo o que você já realizou de positivo, seus sucessos, não importa em que área ou o tamanho, veja que você é capaz;

–  Busque resultados tangíveis, aqueles que você descreve em um currículo com por exemplo:  ampliação de lucro em %, redução de custos de %, revisão de processos com melhorais em…..

– Busque feedback de pessoas que você confia e são autenticas, não vão falar apenas para agradar você. Veja como elas percebem seu trabalho, seus resultados;

– Repita para você mesmo suas capacidades de habilidades e competências;  

– Não tente ser perfeito, todos temos limitações, não precisa saber tudo. Continue sempre aprendendo;

– Foque no que você faz bem, no que você é bom. E orgulhe-se disso.

– Busque o autoconhecimento, faça um teste de personalidade e confirme as suas skills. Isso certamente fornecerá força para enfrentar e superar estes pensamentos.

Confie em você mesmo e vá em frente.  Não ceda aos medos. Continue.

Assista a live SÍNDROME DO IMPOSTOR com Juliana Zen

Sua Nova História - por Juliana Zen

Fruto de um longo trabalho no mundo corporativo, Sua Nova História é um estímulo ao profissional para ir em busca do autoconhecimento como ferramenta de crescimento.

Entre em Contato

Rua Santos Dumont, 1285, sl 1201 – Exposição – Caxias do Sul – RS – 95084-390

Me encontre nas redes sociais

Todos os direitos reservados – Juliana Zen CRP 07/05213 – Política de Privacidade