Vivendo no Novo Normal

A situação de pandemia que estamos vivendo é tensa. Um momento de incertezas, de medo, onde as partes racionais de nossos cérebros parecem que ficam off line.

O que ocorre é que, em situações de medo, de estresse, a nossa capacidade de planejar diminui. O medo afeta o córtex pré-frontal que é a área do cérebro que cuida das funções executivas – pensar, planejar, raciocinar, executar…

Esta área do cérebro nós desenvolvemos com a evolução – uma nova camada em cima do nosso cérebro primitivo de sobrevivência – o instintivo cérebro “reptiliano”.

Os hábitos de comportamento são gerenciados pelo sistema límbico do cérebro – o cérebro “reptiliano” . São as respostas automáticas comportamentais e emocionais, necessárias para a sobrevivência. Lutar ou fugir.

O medo não é de todo ruim, ele nos ajuda a sobreviver. Na verdade foi o medo que nos trouxe até aqui. É o mecanismo de sobrevivência mais antigo que temos e foi ele que permitiu o desenvolvimento de nossa espécie. O cérebro dos nossos ancestrais buscava sinais de perigo no ambiente, pronto para lutar ou fugir.

Isso ajuda a explicar a corrida ao suprimento de papel higiênico no início da pandemia. Logicamente, sabemos que não precisamos de um estoque de papel higiênico para seis meses, mas quando vemos o carrinho de alguém empilhado até o alto, a ansiedade toma conta de nós e entramos no modo de sobrevivência. Medo, estresse, lutar, fugir! Paramos de pensar racionalmente e agimos por instinto – enchemos o carrinho também. Aliado a isso a disseminação da emoção, no caso o medo e a ansiedade, de uma pessoa para outra, que é apropriadamente denominada contágio social.

Mas o que precisamos fazer? Como manter o controle? Precisamos ajudar o nosso cérebro a voltar a pensar. Voltar a fazer o que ele faz de melhor – pensar.

Para interromper o ciclo de medo /estresse /ansiedade é preciso sair dele. E a melhor forma de fazer isso é tomar consciência de 2 coisas:

– Que estou ficando ansioso.

– E qual é o resultado que vou ter.

Ao tomarmos consciência de como a ansiedade não é recompensadora, podemos escolher comportamentos mais gratificantes.

Lembre-se de que tudo o que acontece na sua vida inicia com uma decisão sua. No momento em que você toma as suas decisões o seu destino é moldado. As decisões que está tomando agora estão moldando como você se sente hoje e também como irá se tornar no futuro.

Sua Nova História - por Juliana Zen

Fruto de um longo trabalho no mundo corporativo, Sua Nova História é um estímulo ao profissional para ir em busca do autoconhecimento como ferramenta de crescimento.

Entre em Contato

Rua Santos Dumont, 1285, sl 1201 – Exposição – Caxias do Sul – RS – 95084-390

Me encontre nas redes sociais

Todos os direitos reservados – Juliana Zen CRP 07/05213 – Política de Privacidade